Flamengo e os aprendizados dos últimos jogos

Depois de ficar fora durante o mês de março, estou de volta (não há como não lembrar do bordão do meu amigo). Hoje é sobre o futebol. Mais especificamente sobre a final da Taça Rio entre Vasco e Flamengo.

Vou deixar esse regulamento confuso do Campeonato Carioca de lado. E a sua evidente desvalorização também. Irei focar, especificamente, no Flamengo.

Pelo segundo jogo consecutivo, o Flamengo, com seu elenco milionário, escapa de eliminações (e vice) no drama, marcando gols faltando poucos segundos antes da partida terminar. E nisso, há pontos bons e pontos ruins. E sim, o time precisa melhorar para almejar grandes voos durante a temporada. Principalmente, para a Libertadores.

Pontos positivos do Flamengo 2019

Desde 2016, com a subida da qualidade do elenco, a equipe do Flamengo era cobrada por ser “arame liso”, “falta de raça”, “não sentia a derrota”, “conformismo com as derrotas”. Sim, de fato todos esses pontos eram verdadeiros. Isso pesou para que o time perdesse as corridas aos títulos do Campeonato Brasileiro 2016 e 2018 para o Palmeiras, nas derrotas das finais da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana 2017, na eliminação na fase de grupos da Copa Libertadores 2017, na eliminação da Copa do Brasil 2018.

Mas parece que está ficando evidente que, no princípio desse ano, o time está mudando essas características. Apesar de ainda estar perdendo um caminhão de gols, o time tem se mostrado persistente e, de certa forma, tem sido premiado.

Podemos concordar com Abel Braga. Ele afirmou que recuperou a “alma rubro-negra”. Sim, de fato, podemos afirmar isso. O time tem mostrado entrega e luta até o final. E assim foi premiado contra o Fluminense e contra o Vasco.

Clique aqui e leia a declaração de Abel 

O outro ponto que merece destaque é que os meninos estão se destacando. Contra o Fluminense, o destaque foi Lucas Silva. Ele entrou, foi bem e sofreu o pênalti que resultou na vitória. Já contra o Vasco, o menino Bill participou muito bem da partida e foi quem deu a assistência para o gol de Arrascaeta.

Pontos negativos do Flamengo 2019

Nos dois últimos jogos sobraram coração e entrega. Mas falta entrosamento e um time como um todo. A equipe titular começa a esboçar ser um time, mas ainda não se pode afirmar isso. Os sinais foram dados na partida da Libertadores contra a LDU.

Outro ponto que merece destaque é que alguns jogadores não estão rendendo. Ontem, Vitinho, Uribe não atuaram bem. Principalmente, o mexicano. Já Arrascaeta tentou e atuou razoavelmente bem e foi decisivo, levando a partida para os pênaltis, apesar de ter apresentado apenas lampejos em jogadas individuais.

Assim, o Flamengo mostra que o time voltou a ter a alma rubro-negra, mas para voos maiores, é preciso ainda passar confiança.

O alento aos flamenguistas é que campeão no início do ano é só escola de samba.

 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *